Cataratas do Iguaçu/Foz do Iguaçu - Joel Rocha/Seet

Notícias

11/08/2016

Sanepar faz vistorias técnicas no rio Uvú

Uma equipe da Sanepar esteve atuando neste ultimo final de semana (06 e 07 de agosto) numa vistoria junto ao Rio Uvú, no bairro de Santa Felicidade. Após uma solicitação da diretoria da Amave - Associação dos Moradores e Amigos do Conjunto Veneza, uma equipe da Sanepar, com os técnicos Jefferson Skroch e Ronaldo, do PRRU - Programa de Recuperação dos Rios Urbanos, estiveram no local, avaliando uma denuncia de poluição e fazendo um diagnóstico do problema. Foi detectado um vazamento no sistema de esgoto, prontamente controlado.

O Rio Uvú é um dos principais afluentes do Rio Barigui, com 6 km de extensão, passando pelos bairros São Braz, Mercês, Santa Felicidade e Cascatinha. Na língua tupi-guarani UVU significa "Água que brota da terra". Há mais de 60 anos a água corre por este rio que foi recuperado com a ajuda do grupo Amigos do Rio Barigui.

O Programa de Revitalização de Rios Urbanos (PRRU) da Sanepar, tem por objetivo melhorar a qualidade dos rios urbanos por meio de solução de problemas na rede coletora de esgoto, que podem ser decorrentes de redes rompidas, de ligação residencial incorreta ou de lançamento irregular de esgoto, seja residencial ou industrial, no curso do rio. "Atualmente estamos monitorando 81 bacias hidrográficas em Curitiba e Região Metropolitana. Usamos o rio para saber se a proposta de saneamento de uma determinada região está funcionando adequadamente", disse o técnico da Unidade de Recursos Hídricos da Sanepar, Jefferson.

O Grupo Gestor de Conservação de Mananciais tem acompanhado o trabalho de recuperação desta bacia e proposto sugestões para melhorar a qualidade da água. "Atuamos em parceria com a comunidade, por intermédio do Monitoramento Participativo, onde membros da sociedade fiscalizam e cuidam das regiões por onde o rio passa", afirmou o engenheiro Antônio Borges dos Reis.

Como o rio Uvú é afluente do rio Barigui e deságua no Rio Iguaçu, o Grupo Gestor de Revitalização do Rio Iguaçu também participa ativamente deste processo, buscando ações preventivas na identificação de futuros problemas, como um foco de poluição ou queda de nível do oxigênio. Segundo o coordenador do GGRI, Mario Celso Cunha "Este trabalho é permanente e conta com as equipes da Sanepar, além de técnicos de outros setores ambientais, e do apoio da Prefeitura Municipal de Curitiba", disse Cunha.

Para saber mais sobre o programa PRRU podem entrar em contato com a Sanepar pelo e-mail: riosurbanos@sanepar.com.br
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.